Guia Completo: Melhores Carnes Para Churrasco em 2024

por | 04.06.2024 | Cozinha Gourmet, Guia do Churrasco | 0 Comentários

Melhores Carnes Para um Churrasco Delicioso e Suculento

Apaixonado por Churrasco? Nesse guia mostraremos as melhores opções de carnes para churrasco. Aprenda os truques de como temperar, cortar e sugestões de acompanhamento.

Evite erros e surpreenda seus convidados, com um churrasco delicioso e suculento, proporcionando boas lembranças. Chegou a hora de mergulhar nesse mundo sobre churrasco.

Carnes Populares

A popularidade dos cortes de carne, se deve a uma combinação entre sabor, versatilidade, tradição e acessibilidade. Abaixo, exploraremos cinco cortes que se destacam no churrasco brasileiro, quando o assunto é popularidade.

CarnePopularidadeValorMaciezSabor
PicanhaAltaAltoAltaExcelente
AlcatraAltaMédiaMédiaBom
ContrafiléMédiaMédiaAltaBom
FraldinhaMédiaMédiaMédiaBom
MaminhaMédiaAltoAltaExcelente
Tabela de popularidade carnes populares

Picanha

A picanha é um dos cortes mais populares e apreciados no Brasil, especialmente quando se trata de churrasco. É uma peça versátil, que pode ser preparada inteira e também fatiada.

Localizada na parte traseira do boi, especificamente da região chamada “maminha” que fica próxima a cauda.

Por ser uma carne com uma boa quantidade de gordura, a picanha é extremamente suculenta e saborosa.

Um detalhe importante na hora de escolher uma boa picanha é identificando se ela possui uma boa capa de gordura. E se a altura da peça possui em torno de quatro a cinco centímetro de altura, o que corresponde de dois a três dedos.

A picanha ganha em primeiro lugar o selo de carne boa para churrasco e com um preço acessível comparada as carnes mais nobres.

Alguns detalhes importante na hora de preparar a picanha, é evitar ficar virando constantemente, para preservar sua suculência. E selar a peça da picanha com a gordura para cima primeiro. Deve ser servida mal passada ou ao ponto.

Bife de picanha
Picanha

Alcatra

A alcatra também é uma das queridinhas, quando o assunto é carne para churrasco. Está localizada na parte traseira do boi, entre o lombo e a coxa.

A carne da alcatra é macia e possui um sabor mais suave comparado a cortes como a fraldinha ou o acém, por exemplo. Tem uma quantidade moderada de gordura, o que contribui para seu sabor e suculência.

Um detalhe importante no momento de escolher uma boa peça de alcatra é verificando sua tonalidade.

A carne deve ter uma cor vermelho-cereja viva, com uma boa quantidade de marmoreio (gordura entremeada). Opte por cortes mais espessos, de pelo menos 2,5cm a 3cm. Deve ser servida ao ponto para mal passado.

Bife de alcatra
Alcatra

Contrafilé

Quando o assunto é carne mal passada no churrasco, o contrafilé é o queridinho. Retirado da parte superior do lombo do boi, recebe o nome contrafilé por estar “contra” o filé mignon.

É uma carne macia, conhecida por seu sabor intenso e suculento, devido a boa camada de gordura na parte superior e ao marmoreio (gordura intramuscular) presente.

Com uma textura firme e consistente. O ponto ideal é mal passado ou ao ponto, para aproveitar ao máximo a suculência e o sabor do contrafilé.

Bife de contrafilé
Contrafilé

Fraldinha

A fraldinha é um corte da parte traseira do boi, especificamente da região do abdômen. É uma peça versátil, facilmente encontrada em açougues e supermercados.

Com um preço mais acessível, é uma opção atraente para quem busca uma carne para churrasco saborosa sem comprometer o orçamento.

Conhecida por sua suculência, possui uma camada de gordura entremeada que derrete durante o processo de cocção, mantendo a carne macia e suculenta.

Isso resulta em uma textura agradável ao paladar e uma experiência de degustação muito prazerosa.

Ela pode ser grelhada inteira, fatiada em bifes ou utilizada em espetinhos. Deve ser servida mal passada ou ao ponto.

Bife fraldinha
Fraldinha

Maminha

Apreciada no churrasco brasileiro, a maminha é um corte triangular retirado da ponta da alcatra, próxima á coxa do boi. É uma carne macia com fibras longas e um sabor suave.

A capa de gordura presente na maminha ajuda a manter a carne suculenta durante o cozimento.

Na hora de fatiá-la, é importante observar que seu corte é diferente daquele usado na picanha. O corte deve se manter contra as fibras para acentuar a sua maciez e sabor.

Importante que após assada deixe-a descansar por alguns minutos antes de fatiar, em fatias finas.

Bife de maminha
Maminha

Carnes Nobres

O corte é considerado “nobre” devido à sua marmorização, textura macia, status de prestígio e à sua relativa escassez. Exploraremos abaixo cinco corte que são apreciados por sua qualidade excepcional.

CarnePopularidadeSaborMaciezValor
Prime RibAltaMuito SaborosoMuito MacioAlto
Bife AnchoAltaMuito SaborosoMacioMédio-Alto
T-BoneAltaSaborosoMuito MacioMédio-Alto
PorterhouseMédiaMuito SaborosoMuito MacioAlto
Bife de ChorizoAltaSaborosoMacioMédio
Tabela de carnes nobres

Prime Rib

O Prime Rib é retirado da parte superior da costela do boi, geralmente da sexta á décima segunda costela. Muito prestigiado e apreciado é considerado um corte de “luxo”.

É um corte grande e impressionante, frequentemente servido em porções generosas, ás vezes com o osso ainda anexado, proporcionando um sabor adicional durante o cozimento.

A presença abundante de marmoreio é uma das características mais valorizadas do Prime Rib. O grande segredo no momento de preparar, é selar o Prime Rib em alta temperatura no início do cozimento.

Ajudando à criar uma crosta caramelizada que intensifica o sabor. O ponto perfeito para apreciar esse corte é mal passada ou ao ponto.

Carne prime rib
Prime Rib

Bife Ancho

O bife ancho é um dos cortes mais nobres do mundo. Conhecido no Brasil também por filé de costela.

É retirado da parte dianteira do contrafilé, possui uma distribuição abundante de gordura intramuscular, conhecida como marmoreio.

O marmoreio se derrete durante o cozimento, garantindo uma experiência gustativa diferenciada. Possui uma textura aveludada, uma das suas características mais apreciada.

Um detalhe importante quando o assunto é cortes nobres é o ponto da carne. O ideal é ser servido mal passado. E o grande segredo é deixar a carne descansar por cerca de 5 minutos antes de fatiá-la.

Bife de ancho
Bife Ancho

T-bone

O T-bone é um corte de carne bovina renomado e apreciado mundialmente. Extraído da parte traseira do boi, especificamente da seção central do lombo curto.

Valorizado por sua combinação única de dois cortes distintos, o lado maior é o contra filé, e o lado menor é o filé mignon, separados por um osso em formato de “T”.

Proporciona uma experiência gustativa rica e variada. O marmoreio presente especialmente no contrafilé resulta em uma explosão de suculência a cada mordida.

Por se tratar de um corte com dois tipos de carne diferentes, precisa de uma atenção maior no momento de preparar.

Indicamos que tempere a carne pelo menos 5 minutos antes de levar a peça para a grelha, o seu ponto ideal é mal passada ou ao ponto para mal passada.

Carne t-bone
T-bone

Porterhouse

O Porterhouse é semelhante ao T-bone, mas com algumas diferenças notáveis e que tornam uma escolha excepcional para churrascos.

Retirado da parte traseira do lombo curto do boi, inclui o filé mignon quanto o contrafilé, separados por um osso em forma de “T”.

Diferente do T-bone, é que o Porterhouse possui uma porção maior do filé mignon, o que o diferencia e valoriza o corte.

Com Sua textura extremamente macia e suculenta, devido a gordura externa e ao marmoreio de gordura intramuscular distribuída uniformemente por toda a carne.

Bife porterhouse
Porterhouse

Bife de Chorizo

É originário da Argentina e do Uruguai, retirado da parte traseira do boi, especificamente do lombo. Região conhecida como contrafilé.

O bife de chorizo é, na verdade, uma porção específica do contrafilé. Portanto, todos os bifes de chorizo são contrafilés, mas nem todo contrafilé é um bife de chorizo.

Conhecido por sua suculência e sabor intenso. A espessura do corte e a gordura externa contribuem para uma carne mais tenra e saborosa quando grelhada corretamente.

Servido em filés altos, para preservar sua suculência. O ponto ideal para servir é o mal passado ou ao ponto.

Bife de chorizo
Bife de chorizo

Em cortes nobres, a simplicidade é a chave. “Menos é mais”, opte sempre por temperar apenas com sal grosso, e manter o ponto da carne mal passada. Preservando seu sabor e suculência.

Carnes para churrasco baratas

Patinho

O Patinho é um retirado da parte traseira do boi, conhecido por sua textura macia. É uma carne relativamente magra, com baixo teor de marmoreio.

Versátil e saborosa, o patinho é uma escolha excelente para quem busca uma opção mais acessível ao preparar um churrasco.

Devido á textura mais firme, deve ser grelhado rapidamente e servido mal passado ou ao ponto para mal.

Bife de patinho
Bife de Patinho

Lombo Suíno

O Lombo Suíno é um corte da carne do porco, retirado da parte traseira do animal, ao longo da espinha dorsal.

É uma carne magra, com pouca quantidade de gordura, o que a torna uma opção mais saudável. Extremamente versátil e fácil de ser preparada é uma ótima opção para o churrasco.

Pode ser preparada em bifes individuais ou como peça inteira. Embora seja muito saboroso, marinando pode realçar ainda mais seu sabor e suculência.

Lombo suíno
Lombo suíno

Panceta

A panceta é um corte de carne suína que é altamente apreciado em churrasco devido ao seu sabor rico e textura suculenta.

Retirada da barriga do porco, a panceta é conhecida por seu marmoreio de gordura, que a torna particularmente saborosa quando grelhada.

Pancete suína
Panceta

Coxa e Sobrecoxas

A coxa e a sobrecoxa de frango são cortes muito populares em churrascos, apreciados por sua suculência e sabor.

A coxa é retirada da parte inferior da perna do frango, contendo uma boa quantidade de carne e ossos.

E a sobrecoxa da parte superior da perna, com uma porção generosa de carne suculenta e uma pele que, quando grelhada, fica crocante e saborosa.

Coxa e sobrecoxas
Coxa e sobrecoxas

Coraçãozinho

O coração de galinha é uma iguaria apreciada em muitas culturas ao redor do mundo, e é uma opção deliciosa para churrascos devido ao seu sabor rico e textura firme. A melhor maneira de preparar é no espeto.

Espeto de coraçãozinho
Coraçãozinho

Linguiça Toscana

A linguiça toscana é um tipo de embutido muito apreciado, com um sabor marcante e uma textura única. É feita de carne suína moída, geralmente uma mistura de cortes magros e gordurosos. Uma excelente opção econômica e popular.

Linguiça toscana
Linguiça toscana

Acompanhamento para churrasco

Quando falamos em churrasco, os acompanhamentos são indispensáveis para tornar a experiência ainda mais deliciosa.

Afinal, um bom churrasco não está completo sem um saboroso molho de alho, não é mesmo? Pensando nisso, preparamos uma lista de acompanhamentos para deixar o seu churrasco ainda mais completo e saboroso.

As melhores opções são:

Mas não podemos nos esquecer do tradicional arroz e maionese, que sempre se encaixam perfeitamente no churrasco.

Além disso, algumas opções de bebidas para complementar, é a boa e velha cervejinha bem gelada, caipirinha, sucos, refrigerantes e para os apreciadores de vinhos, opções como Cabernet Sauvignon e Syrah, que harmonizam perfeitamente com carne vermelha.

carne, linguiça, farofa e pão de alho.

Quantidade de carne para churrasco por pessoa

Saber calcular a quantidade de carne por pessoa em um churrasco é essencial para garantir que todos os convidados fiquem satisfeitos e evitar o desperdício. A seguir, mostraremos algumas diretrizes para ajudar no planejamento.

  • Em média um homem adulto consome de 400-500 gramas de carne, e a mulher de 300-400 gramas considerando a variedade de cortes e acompanhamentos. O calculo para criança é de 150-200 gramas.

Seguindo estas diretrizes, você conseguirá planejar a quantidade de carne ideal para seu churrasco. E para facilitar ainda mais o cálculo, utilize nossa calculadora para churrasco à baixo.

Calculadora de Churrasco Preçolandia

Cortes de carne para churrasco

Cortar a carne corretamente é importante para garantir que seja servida de forma atraente e fácil de comer. Aqui estão algumas dicas:

  • Cortar fatias de espessura uniforme.
  • Deixe-a descansar por alguns minutos antes de cortar.
  • Utilize uma tábua de corte limpa e higienizada para evitar contaminação cruzada entre alimentos.
  • Identifique a direção das fibras musculares da carne e corte contra as fibras da carne.

Sal para churrasco

Em que momento salgar a carne: antes ou depois? Pensando nisso, preparamos algumas dicas e sugestões para deixar seu churrasco ainda melhor.

O sal é um incrível catalisador de sabor, com ele o sabor natural da carne é realçado, ele também desempenha um papel crucial na retenção de umidade. Dependendo da forma de utilização, ajuda inclusive a deixar a carne mais macia.

A maneira mais popular de salgar a carne é segundos antes de ir para a grelha. Nesse momento opte por sal grosso ou sal de parrilha, distribuindo uniformemente sobre a carne, sem exagero.

Se preferir salgar a carne depois de assá-la, o sal mais indicado é o sal fino tradicional ou a flor de sal. Nessa etapa, tome muito cuidado com o exagero, pois é fácil errar a mão e, uma vez salgado demais, não há como corrigir.

O grande segredo é começar com uma quantidade moderada de sal e ajustar conforme necessário. Lembre-se de que é mais fácil adicionar sal do que removê-lo.

Tipos de sal

Churrasqueiras

Ao escolher uma churrasqueira, leve em consideração o espaço disponível, suas preferências de sabor, conveniência e orçamento. Aqui estão algumas sugestões.

  • Churrasqueira a carvão: Uma opção clássica e muito popular, oferece um sabor defumado característico à carne.
  • Churrasqueira a gás: Ideal para quem busca conveniência e controle de temperatura.
  • Churrasqueira elétrica: Perfeita para espaços pequenos, são compactas e fáceis de usar.
  • Churrasqueira a lenha: Para os amantes do estilo tradicional, proporciona uma experiência e sabor único.

Pontos da Carne

Quando nos referimos aos “pontos da carne” estamos falando sobre o grau de cozimento da peça. Venha conosco aprender como identificar:

  • Mal passada: é cozida apenas por fora e ainda está vermelha por dentro. É mais suculenta e macia. Tempo de cozimento de 5 à 10 minutos.
  • Ao ponto para mal passada: é cozida por fora, possui um rosado por dentro, com uma faixa central levemente mais avermelhada. Ainda mantém a textura macia e suculenta. Tempo de cozimento de 15 à 20 minutos.
  • Ao ponto: é cozida por fora e possui um tom rosado em todo o corte. É suculenta, mas é um pouco mais firme do que ao ponto para mal passada. Tempo de cozimento de 25 à 30 minutos.
  • Ao ponto para bem passada: por fora possui uma crosta grossa, o interior é rosado bem claro, quase marrom. A textura é firme e elástica. Tempo de cozimento de 35 à 50 minutos.
  • Bem passada: é totalmente cozida por dentro, não possui faixa rosa. Seu interior é marrom acinzentado. Textura firme e seca. Tempo de cozimento 55 á 70 minutos.
Pontos da carne

Chegou a hora de pegar seu kit para churrasco, reunir a família e os amigos. Acender a churrasqueira e colocar em prática todas essas dicas e desfrutar de um delicioso churrasco.

Até a próxima e bom apetite!

POSTS RECENTES

Posts relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

Pin It on Pinterest